.

.

Amigos meus:

Universo feminino:

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Direitos da Empregada Doméstica e do(a) Empregador(a)



Qual o procedimento legal para contratar uma empregada doméstica?

Solicite documentos pessoais, carta de referência e atestado de escolaridade. O advogado Marcos Roberto da Silva informa que os patrões também podem solicitar um atestado de antecedentes criminais, principalmente de distribuição e execução penal. Para admitir o novo funcionário, o empregado deve apresentar Carteira de Trabalho e Previdência Social, Atestado de Boa Conduta (carta de referência de outras empresas) e Atestado de Saúde.

O que fazer se a doméstica não quiser ser registrada?

O registro em CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social) é obrigatório. A falta de registro pode acarretar uma notificação e resultar em uma multa administrativa emitida pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) no valor médio de R$ 633,15. “A falta de registro também gera dano moral, pois retira do indivíduo a sua condição de cidadão trabalhador. Ele deixa de ostentar sua condição de empregado e de consumidor de crédito, ficando privado do acesso à rede de proteção social e previdenciária”, afirma Marcos Roberto da Silva, advogado especialista em Direito do Trabalho.

Quando a diarista passa a ser empregada doméstica?

Geralmente, quando a diarista trabalha a partir de três dias por semana. A diarista é uma pessoa que presta serviço de natureza não contínua e por conta própria. Na previdência social, é caracterizada como profissional autônoma. Para que o diarista se torne um empregado doméstico, é necessário que ele comece a prestar o serviço continuamente.

Em caso de acidente doméstico, o que a patroa deve fazer?

A patroa deve comunicar o acidente à Previdência Social. A comunicação também poderá ser feita pelo sindicato da categoria profissional ou pelo próprio empregado doméstico. “Se a comunicação for feita imediatamente, a incapacidade do empregado doméstico começa a contar a partir do acidente. Caso seja efetuada a comunicação após 30 dias do acidente, por exemplo, a incapacidade do empregado doméstico vai ser reconhecida a partir do requerimento”, informa o advogado Marcos Roberto da Silva.

Quais os direitos do empregado doméstico?

Salário mínimo; irredutibilidade do salário; décimo terceiro salário com base na remuneração integral ou no valor da aposentadoria; repouso semanal remunerado (preferencialmente aos domingos); gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, um terço a mais do que o salário normal; licença à gestante, sem prejuízo do emprego e do salário, com a duração de cento e vinte dias; licença-paternidade; aviso prévio proporcional ao tempo de serviço, sendo no mínimo de trinta dias; aposentadoria; integração à previdência social; registro em CTPS; auxílio-doença pago pelo INSS; estabilidade no emprego em razão da gravidez; vale-transporte; fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Quais os direitos do empregador?

O empregador pode: descontar as faltas não justificadas ou que não foram previamente autorizadas; exigir que seu empregado assine recibos; definir a data das férias do empregado; descontar vale-transporte (6%), contribuição previdenciária (de 8% a 11%); adiantar o salário; exigir do empregado a apresentação de seus documentos pessoais; poder diretivo de demitir o empregado com ou sem justa causa; descontar do salário do empregado os danos causados ao seu patrimônio, desde que essa possibilidade tenha sido prevista em um contrato ou que o dano tenha sido causado intencionalmente; descontar da rescisão do empregado o aviso prévio caso o empregado não tenha avisado de sua saída do emprego com antecedência mínima de 30 dias; exigir que o seu empregado trabalhe aos sábados; compensar os feriados trabalhados pelo sábado ou outro dia da semana não trabalhado.

Daqui.




2 comentários:

angela vasconcelos disse...

É difícil seguirem tudo a risca, já precisei trabalhar como doméstica e não tenho saudade alguma, existem pessoas nobres,dos dois lados, mas infelizmente a muito para aprender sobre contratado e contratante, com empreguetes e tudo, ainda existem muitas pessoas que não sabem lidar com esta situação.

Anne Lieri disse...

Soninha,um artigo muito util tanto para empregados quanto para empregadores!bjs,

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Conheça meu blog divulgador!

Clique e...

Dia Internacional da Mulher?

Dia Internacional da Mulher?
Todos os dias!